ABDEH
HOME
Atualização Cadastral
Downloads
Balancetes
Institucional
Agenda
Notícias
Associados
Eventos Realizados
Informativos
Revista ABDEH
Parcerias
Imprensa
Links
Contato
Seja Sócio
EVENTOS REALIZADOS / CONGRESSOS PortuguêsInglêsEspanhols

VI Congresso Brasileiro para o desenvolvimento do Edifício Hospitalar - Florianópolis, 2014

Um rol de especialistas brasileiros e internacionais em  planejamento, construção e gestão hospitalar estiveram presentes durante o VI  Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar (CBDEH), realizado entre os dias 27 e 29 de  agosto, em Florianópolis. Com o tema: Excelência em Ambientes de Saúde:  experiências e evidências, o público pode conferir conferências e palestras  sobre temas como iluminação, cor, acústica, eficiência energética e ergonomia.  Todos fatores de alta relevância quando se pensa o ambiente hospitalar para o  conforto do usuário e do profissional envolvido na cura de doenças. “Renovamos o  processo de reflexão sobre novas possibilidades do desenho dos ambientes de  saúde. O CBDEH apresentou distintas estratégias projetuais e de metodologia de  trabalho”, afirmou o arquiteto Fábio Bitencourt, presidente da Associação  Brasileira para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar (ABDEH) na gestão 2011/2014. Especialista em  conforto humano, Bitencourt defende que o ambiente tem relevância nos processos  terapêuticos e na implantação de ações humanizadoras na assistência à saúde.  Este tema também é abordado no seu livro “Conforto Ambiental em  Estabelecimentos Assistenciais de Saúde”, lançado em parceria com a Agência  Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) durante o congresso. 

A nova diretoria nacional da ABDEH foi apresentada: O Arquiteto Márcio Nascimento de Oliveira, de Brasília, assumiu a presidência para os próximos três anos, sucedendo Fabio Bitencourt. O catarinense Emerson da Silva receberá o posto em 2017, conduzindo a entidade até 2020, ano em que o Brasil sediará o Congresso Mundial da União  Internacional de Arquitetos (UIA).  O evento também contou com a presença da diretoria da Anvisa e da Vigilância  Sanitária Estadual. Liliana Font, presidente da Federação Internacional de  Engenharia Hospitalar, na gestão 2014/2016, que também estava presente no  evento, destacou a importância de um intercâmbio entre os países da América  Latina.

Nas palestras e conferências novos conceitos do que é  aplicado nos hospitais europeus e da  América Latina puderam ser conferidos pelo público que lotou o auditório do  evento, como no caso apresentado pelo arquiteto Göran Lindahl, na Suécia, com a  proposta de estabelecimentos com poucos leitos e o uso de cor para demarcar e  iluminar os ambientes. Outro destaque foi o arquiteto Mario Corea, um dos  palestrantes mais esperados, que defende um sistema de saúde descentralizado. “O  crescimento de um hospital sempre tem um alto custo e seu resultado geralmente é  disfuncional. É por isso que pleiteamos crescer na rede e não nos edifícios”.  Corea desenvolveu projetos paralelos nas cidades de Santa Fé, na Argentina,  Iraque, Argélia e Catalunha, na Espanha. Nesta última projetou o Hospital  General de Mollet del Vallés, que atende uma população de 150 mil pessoas e  funciona paralelamente ao Hospital Sociosanitario - antiga unidade da cidade, construída na década de 50 e  renovada pela sua equipe. Em ambos foi  colocado em prática o conceito do hospital em rede, ao invés de concentrar todos  os serviços em um único prédio.

O engenheiro Roberto Lamberts falou sobre “Eficiência  Energética e Conforto Térmico em Ambientes de Saúde”. O professor titular da  Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), PHD em engenharia civil pela  Universidade de Leeds, na Inglaterra e presidente da Associação Nacional de  Tecnologia do Ambiente Construído (Antac) é referência quando o assunto é  eficiência energética na arquitetura. “Faz sentido economizar na energia e  investir na saúde”, afirma. Categórico, Lamberts destaca que é normal países em  desenvolvimento aumentarem seu consumo de energia, mas alerta que medidas de  controle são indispensáveis para o futuro. “O planeta não tem energia suficiente  para o ritmo atual do desenvolvimento econômico”, diz.

Um dos idealizadores da Revista World Health Design, o  suíço Alan Dilani, arquiteto, professor, fundador e diretor-geral da Academia  Internacional de Design e Saúde fez a última conferência na tarde de  sexta-feira, com o tema “Designer Salutogênico Aplicado ao Ambiente Físico”, no  qual apresentou projetos públicos de sucesso que funcionam hoje em seu país.  Fabio Bitencourt encerrou o congresso com a mesa-redonda sobre Novos Paradigmas  e Tendências, ao lado do engenheiro Salin Lamha e dos arquitetos Liliana Font e  Flávio Kelner. Bitencourt destacou que o CBDEH é uma oportunidade única para  promover o encontro dos maiores profissionais da atualidade do Brasil e do mundo  que projetam ambientes que contribuem com a cura: “Hoje estamos absolutamente em  pé de igualdade com os países desenvolvidos. Precisamos de seriedade nos  processos de gestão pública, porque competência técnica não nos falta”,  concluiu.

Exposição com imagens inéditas de João da Gama Filgueiras Lima, o Lelé

Durante o VI CBDEH foi realizada uma exposição com imagens inéditas, clicadas por  Nelson Koln, especialista em fotos de arquitetura, em homenagem a João da Gama Filgueiras Lima, conhecido popularmente como Lelé, um dos expoentes da arquitetura brasileira, que faleceu em 2014 aos 82 anos de idade. Lelé iniciou  a carreira junto a Oscar Niemeyer na construção de Brasília e se consagrou como  um arquiteto de projetos modernistas, comprometido com integração com a paisagem  e com o contexto cultural. Sua obra é reconhecida especialmente pelo  conjunto de projetos que desenvolveu junto à Rede Sarah de hospitais.  Quatro painéis com cerca de  1,80 de altura por 2,30 de largura com imagens inéditas contaram um pouco da  história do arquiteto. “A ideia era que o visitante se sentisse dentro da obra”,  afirma Jodeli Florenço, arquiteta que organizou a exposição ao lado de  Elza Costeira. Em 2012, Lelé ganhou a considerada mais importante premiação de  arquitetura das Américas, a Medalha de Ouro  da Federação Pan-Americana de  Associações de Arquitetos (FPAA). Em 1998 e 2002, recebeu o Prêmio da Bienal  Ibero-Americana de Arquitetura e Engenharia; já em 2001, o Grande Prêmio  Latino-Americano na 9ª Bienal Internacional de Arquitetura. Na literatura, em  2013, foi um dos vencedores do Prêmio Jabuti, com o livro “Arquitetura: Uma  Experiência na Área da Saúde”. Apesar de ter nascido, crescido e se formado no  Rio de Janeiro, passou a maior parte da vida adulta em Brasília e em  Salvador.

V Congresso Brasileiro ABDEH - São Paulo

O V Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar foi realizado em São Paulo , entre os dias 04 e 07 de setembro de 2012, e reuniu mais de 400 profissionais de diversas áreas de atuação no planejamento, construção e gestão de edifícios de saúde (arquitetos, engenheiros, administradores hospitalares, médicos, enfermeiros, designers e outros), no hotel Bourbon Convention Ibirapuera. 

Além de visitas técnicas no Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Paulistano Amil, Sírio-Libanês, Unidade São José da Beneficência Portuguesa e Vitória Amil, o V Congresso contou com conferências, painéis e mesas-redondas de alto nível, onde foram discutidos temas como: Humanização nos Ambientes de Saúde; Planejamento, Meio Ambiente e Sustentabilidade; Interfaces na Saúde: Espaços e Tecnologias; Ambientes e Urgência e Emergência; Novos Paradigmas no Design para a Saúde, entre outros assuntos. Abaixo um resumos de algumas apresentações do congresso:

O painel “Humanização nos Ambientes de Saúde”, durante o V Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar, contou com a participação dos administradores Gonzalo Vecina e Rita de Cássia Groto, respectivamente, do Hospital Sírio Libanês e do Hospital Israelita Albert Einstein. Um vídeo que exibe um paciente sendo levado de ambulância ao show do Roger Waters (Pink Floyd) emocionou os presentes e evidenciou como uma equipe de colaboradores motivada influencia na relação profissional-paciente-familiares e que a humanização tem se mostrado bastante eficaz neste processo. Já para o professor Gonzalo Vecina, “a humanização cada vez mais é um ponto significativo de atenção à saúde; é a importância do cliente e do paciente dentro da equação do cuidar”. Ele destacou que, na atualidade, os exemplos de transformação dentro dos sistemas de saúde podem ser vistos no mundo inteiro.

O painel “Novos paradigmas no design para a saúde” reuniu a arquiteta argentina Silvana Codina e o engenheiro civil João de Lucca. Especialista em planejamento de recursos físicos da saúde e secretária de arquitetura do Ministério de Obras Públicas e Habitação do Governo da Província de Santa Fé, na Argentina, exibiu aos presentes uma série de slides com a rede dos novos edifícios construídos para a atenção básica bem como a adequação dos já existentes. De Lucca mostrou a experiência do Grupo Fleury para ilustrar sua conferência. O engenheiro destacou que um dos paradigmas no design para a saúde é a aplicação de novas tendências, que para ele está na criação e ambientação de espaços com um desenho funcional para avanços e ampliações, mas que leva em consideração todos que utilizam o serviço.

O arquiteto, urbanista e professor Siegbert Zanettini compartilhou com a platéia um pouco de seus cinquenta anos dedicados à arquitetura com reconhecimento no cenário da construção civil brasileira. O arquiteto salientou que para falar de arquitetura na saúde é preciso sempre abordar a arquitetura como um todo, porque no hospital os mesmos conceitos devem ser incorporados para a construção ou reforma, valorizando ventilação e iluminação naturais misturadas à natureza e respondendo às necessidades levantadas.

A quinta edição do Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar terminou com  uma mesa redonda com o tema “Perspectivas para a rede de saúde no Brasil e no mundo”, que contou com a participação do médico Nacime Salomão Mansur, o arquiteto italiano Romano Del Nord, o engenheiro Salim Lamha Neto e o arquiteto e professor Marcio Nascimento de Oliveira. A arquiteta Jain Malkin, que estaria no evento participando também dessa parte da programação, esteve impossibilitada de comparecer devido a um problema de saúde.

Para Salim, a importância de abordar a questão da saúde principalmente no Brasil. “É um assunto que traz muitas situações negativas à tona, mas que podemos discutir, porque temos uma oportunidade enorme para construir”, disse. “Temos muito o que fazer”, destacou, reforçando a necessidade de se dialogar constantemente sobre o tema em locais como este fórum. O dr. Nacime Mansur, especialista em cirurgia geral, traçou um panorama das atuais condições da saúde no País. Mansur ressaltou que o Brasil vive uma epidemia de doenças, como o crack e a cocaína, e que esses determinantes sociais entre vários outros acabam impactando no sistema público de saúde. “Mais de oitenta por cento de nossos hospitais tem menos que cem leitos somados à falta de capacidade tecnológica para dar atendimento e à falta de estrutura, temos uma situação muito difícil de superar”, lamentou. O arquiteto e professor italiano Romano Del Nord, que havia participado do congresso com a conferência “Tendências internacionais de hospitais de excelência”, enriqueceu a mesa redonda afirmando que há muitos problemas semelhantes ao redor do mundo. Quanto à Itália, especificamente, ele relatou que o sistema de saúde é totalmente público e que cerca de 90% dos leitos são ocupados - diferentemente do Brasil, cujo índice varia de 65% a 70% de ocupação. “Agora, estamos numa época de revisão de gastos também no setor da saúde, porque temos sistemas regionalizados com autonomia de gestão e os desempenhos se diferem de região para região”, resumiu. Para Marcio de Oliveira, vice-presidente para o Desenvolvimento Técnico-Científico da ABDEH, destacou ainda um dos fatos positivos das discussão: o trabalho de pesquisa e produção científica brasileira que vem sendo desenvolvido por profissionais comprometidos e envolvidos com o processo de saúde nas mais variadas áreas de atuação.

As apresentações do V CBDEH estão disponíveis para download, para baixar clique aqui.

IV Congresso Brasileiro ABDEH - Brasília

Clique aqui para ver as fotos do congresso.

IV Congresso Brasileiro ABDEH - Brasília de 14/04/2010 a 16/04/2010

Foi realizado no Hotel Naoum Plaza, em Brasília, nos dias 14, 15 e 16 de abril de 2010, o IV Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar. O evento foi um sucesso, recebendo muitos elogios dos que lá estiveram.

O congresso começou no dia 14 com as visitas aos hospitais Anchieta, Hospital de Base do governo do DF e Hospital do Coração do Brasil. As visitas contaram com a participação de aproximadamente 100 pessoas. Na noite do mesmo dia aconteceu a solenidade de abertura, seguida da brilhante conferência do Dr. Gonzalo Vecina Neto, ex-presidente da ANVISA, ex-secretário de saúde da cidade de São Paulo e atual diretor do Hospital Sírio Libanês. Para animar ainda mais os ânimos, o grupo de mulheres percursionistas Batalá fez uma empolgante apresentação, logo após a conferência, que surpreendeu a todos pela energia e simpatia das garotas. Para finalizar, a noite foi fechada com um belíssimo coquetel e lançamento de livros com a presença dos autores.

Durante os três dias de congresso passaram pelos salões do congresso aproximadamente 500 pessoas. Por lá circularam pessoas de praticamente todos os estados e também da Argentina, Chile, Uruguai, Peru, Paraguai, Colômbia e República Dominicana.

Nos dias 15 e 16, os congressistas tiveram a oportunidade de ouvir palestras muito interessantes, como o do Arq. José Gelabert Navia, Diretor do escritório norte-americano Perkins & Will, um dos maiores do mundo na área da saúde, a do Arq. e Médico Domingos Fiorentini, da Fiorentini Arquitetura, além do Arq. Flávio Kelner da RAF Arquitetura, Dr. Antonio Joaquim Werneck de Castro, Presidente do Instituto Vital Brazil / Fiocruz, Arq. Augusto Guelli da Bross Arquitetura, Arq. Luciano Monza, Presidente da AADAIH/Argentina, Engº René Louis Pic, Presidente da ABIL - Associação Brasileira de Iluminação, só para citar alguns. Também fez parte do congresso uma exposição de projetos finais do curso de especialização EASS do Centro Universitário UNIEURO.

Outro ponto de destaque foi as comunicações orais de trabalhos enviados por profissionais do Brasil e do exterior. Com estas comunicações, a cada congresso as pessoas podem conhecer novos profissionais, altamente qualificados, mas que nem sempre são conhecidos do grande público da área. Como sempre, o congresso contou com a presença de inúmeros patrocinadores que puderam expor seus produtos em mesas e salas especificas para tal. Vários destes patrocinadores comentaram que o congresso da ABDEH é uma ótima oportunidade de exibir seus produtos para um grupo seleto de profissionais, que tem o poder de decisão nos maiores hospitais do País.

De acordo com as avaliações entregues pelos participantes, o IV CBDEH foi considerado um congresso de altíssima qualidade, tanto nos aspectos de infra-estrutura, como no que diz respeito aos palestrantes e à organização geral. Certamente, a cada congresso a ABDEH solidifica a imagem de uma entidade atuante e séria que ajuda o País a enfrentar seus graves problemas na área da saúde.

( Associados podem baixar as apresentações na área restrita, no link Downloads )

III Congresso Brasileiro ABDEH - Porto Alegre de 13/08 a 15/08

O III Congresso Brasileiro ABDEH realizou-se entre os dias 13 a 15 de agosto, na cidade de Porto Alegre. As visitas técnicas aos hospitais Moinhos de Vento, Mãe de Deus, Divina Providência e Santa Casa de Misericórdia realizaram-se em dois horários, com turmas pequenas, para o melhor aproveitamento dos participantes.
O evento aconteceu no Hotel Sheraton e contou com as ilustres participações dos palestrantes internacionais Francesc Castella, Miguel Angel Aranda Chávez, Rita Comando, Moacyr Scliar, entre outros. Um dos principais objetivos do III Congresso é desenvolver o ambiente hospitalar de maneiras benéficas à saúde, e nada melhor do que discutir o tema com quem entende do assunto. No total foram 304 participantes entre eles, convidados, associados, associados institucionais e patrocinadores. Agradecemos a todos que contribuiu para o III Congresso Brasileiro ABDEH ser um sucesso.

II Congresso Brasileiro da ABDEH

Aconteceu nos dias 24 e 25 de Agosto de 2006, no Rio de Janeiro no Hotel Novo Mundo, o II Congresso Brasileiro da ABDEH, que contou com a presença de aproximadamente 180 pessoas, e destacamos as presenças do Dr. José Carlos Abrahão, presidente da Confederação Nacional de Saúde (CNS), Dr. Claudio Maierovitch, Diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Flávia Freitas e Regina Barcellos da ANVISA e o Dr. Armando Amaral do SINDHERJ.

Paralelo ao Congresso, foi realizado no dia 23/08, as Visitas Técnicas aos Hospitais Sarah, Pasteur e Hospital Municipal Ronaldo Gazolla.

Homenagem Sócio Honorário

No dia 24 de Agosto, foi realizada a cerimônia de homenagem ao Presidente do Sindherj -Sindicato dos Hospitais, Estabelecimentos Serviços de Saúde no Estado do Rio de Janeiro, ABH- Associação Brasileira dos Hospitais, ABAH - Academia Brasileira de Administração Hospitalar , Casa de Saúde Santa Therezinha, AHCRJ- Associação dos Hospitais da Cidade do Rio de Janeiro, Dr Armando Carvalho do Amaral, como o 2º Sócio Honorário da ABDEH, pelas ações desenvolvidas em prol ao desenvolvimento da saúde no Brasil.

Assembléia Geral Ordinária da ABDEH

No dia 11 de Junho, realizamos mais uma Assembléia Geral Ordinária da ABDEH, que contou com mais de 40 associados de diversas regiões do Brasil. Nesses encontros anuais que a Diretoria pode compartilhar com os presentes todas as realizações do ano que passou, e os projetos que ainda estão por vir. Neste encontro tivemos a palestra e o Lançamento do Livro do nosso Vice-Presidente de Desenvolvimento Técnico Científico.Veja as fotos




Reunião de Diretores - Porto Alegre-RS

A reunião que a Diretoria Nacional da ABDEH promove entre suas regionais aconteceu neste final do ano em Porto Alegre onde foram avaliadas as ações e atividades realizadas em 2007. Apontamos a presença de Elisabeth Hirth pela Regional RJ, Salim Lamha Neto, representando a Diretora Regional de SP, Emerson da Silva, por Santa Catarina, Antonio Pedro pela Bahia, e Diretoria do RS Graciela Scarzella, Marcia Brísolara e Alexandre Borda.

Reunião Comissão Cientifica do Congresso - Porto Alegre-RS

Pela 2ª vez em 2007, a Comissão Científica do Congresso se reuniu neste final de ano para definição dos temas e palestrantes para o Congresso de 2008.


Av. Marquês de São Vicente, 446, Sala 301 01139-000 - Barra Funda, São Paulo - SP
Fone: (11) 5056-1434 - abdeh@abdeh.org.br

Av. Marquês de São Vicente, 446, Sala 301 01139-000 - Barra Funda, São Paulo - SP - CEP 01139-000
Fone: (11) 5056-1434 - abdeh@abdeh.org.br
Desenvolvimento de sites: Siga-nos: Facebook

 

Copyright © ABDEH. Todos os direitos reservados.
Home | Agenda | Notícias | Associados PF | Associados PJ | Cursos | Congressos
Visitas Técnicas | Palestras | Informativos | Parcerias | Imprensa | Links | Contato